CTO-Maputo contribui no combate a Pandemia do Coronavirus em Moçambique

Ideia e Visão

A Visão do CTO-Maputo tem como enfoque uma Sociedade onde os cidadãos intervêm e influenciam os processos de desenvolvimento social, político e económico para garantir o seu bem-estar, tendo como missão, a contribuição para o fortalecimento da capacidade de participação efectiva da sociedade civil e influenciar com qualidade os processos de mudança social, política e económica nas suas comunidades, através da capacitação, documentação e disseminação de informação, conhecimento e pesquisa aplicada atravez das ferramentas do Teatro do Oprimido.

Havendo necessidade de potenciar as acções de comunicação e prevenção COVID-19, pandemia que assola de forma tenebrosa todos os países e com uma tendência crescente de casos testados positivos em Moçambique, o CTO-Maputo está a intervir em 10 distritos de 5 províncias onde estão a ser implementadas acções de Mobilização e Engajamento das Comunidades no âmbito do projecto SPA. As intervenções são alinhadas em conformidade com a abordagem do MISAU e da OMS no que diz respeitos as normas e procedimentos de prevenção a ser adoptadas.

ESTRATÉGIA

Os grupos teatrais em estreito alinhamento com as organizações parceiras na implementação de actividades SPA (Maputo: Namaacha, e Marracuene e Manhiça, Gaza: Chibuto, Inhambane: Jangamo e Massinga, Zambézia: Mocuba e Lugela, Cabo-Delgado: Metuge e Montepuez, produziram SPOTS áudio e peças de Teatro Radiofónico em línguas locais, que são inseridos na programação das rádios comunitárias a nível local.

Em Maputo, foram criadas SPOTS com cenas dramatizadas dos conteúdos COVID-19, captados em vídeo e difundidos nas plataformas digitais (Páginas e sites dos parceiros, Facebook, Youtube, Instagram e Tweeter). Os conteúdos são desenvolvidos em português e em línguas locais, priorizando os destaques trazidos pelo MISAU e OMS e simplificando os jargões técnico de modo a facilitar a compreensão e assimilação pelas comunidades.

O principal objectivo desta intervenção é assegurar que a vida seja preservada, impedindo a propagação do CORONAVÍRUS pelas comunidades, muitas das quais sem acesso a serviços públicos inclusivos de qualidade.

Deixe uma resposta